AL2b Após o término do 1º turno, o Brasileirão 2013 já aponta algumas projeções mais seguras, mesmo faltando a metade dos jogos para o seu fim.

Atlético-MG: O Galo não saiu da ressaca pós-Libertadores ou piorou, em relação ao futebol apresentado no torneio continental? Tenho a péssima impressão que o Atlético-MG, após a venda de Bernard e a queda de rendimento de quase todo os jogadores, caiu de produção. Isso faz com que a equipe treinada pelo técnico Cuca, namore a zona de rebaixamento. Sinal amarelo ligado, até porque o time precisa começar a se preparar para o Mundial da FIFA.
Cruzeiro: Tem um dos elencos mais qualificados do país, com jogadores renomados e jovens “promessas”. Por causa da eliminação da Copa do Brasil, dedica integralmente as atenções para o Brasileiro. Figura como grande favorito ao título. Entretanto, como chega ao ataque com poucos toques e de forma vertical, não demonstrou saber cadenciar o jogo. Por fim, há falhas no sistema defensivo.
Botafogo: Após a venda de Andrezinho, Felipe Gabriel, Jadson, Márcio Azevedo, Antônio Carlos e Vitinho esperava-se uma queda no ritmo de produção do time. Mas não foi isso o que ocorreu. O time mantem-se embalado, jogando o futebol mais prazeroso de ser visto no campeonato e já deu mostras que não é refém de Seedorf. Contudo, mesmo tendo resolvido parte dos seus problemas financeiros, penso que a equipe disputa uma vaga para a Libertadores 2014. Tem 30 milhões em caixa, fruto da venda dos jogadores, mas está retido por ordem judicial. Caso consiga a liberação desta grana, pode turbinar a equipe com novas contratações.
Flamengo: É um dos times que mais oscilam no campeonato e continua flertando com a zona do rebaixamento. Mesmo já demonstrando um padrão tático, é uma equipe que não pode sonhar com voos mais altos no campeonato. Deve jogar todas as suas fichas na Copa do Brasil.
Fluminense: Vive um péssimo momento e, após a demissão de Abel Braga, parece que a equipe piorou. Além disso, entrou de vez no grupo das equipes que vivem flertando com a zona do rebaixamento. Vasco: O time apresentou substanciais melhoras nas últimas rodadas. Todavia, continua apresentando os mesmos problemas defensivos. Não tem condições de aspirar uma vaga na Libertadores de 2014, mas também não corre nenhum risco de rebaixamento. Deve jogar todas as suas fichas na Copa do Brasil.
Grêmio: Jogando um futebol pragmático, a equipe treinada por Renato Gaúcho aparece como uma das favoritas ao título. Continua imbatível nos próprios domínios e joga bem retrancado fora do Rio Grande do Sul. Embora tenha um elenco qualificado e capaz de apresentar um futebol mais atraente para ser visto, é o mais novo adepto da concepção “é melhor jogar feio e ganhar, do que joga bonito e perder.” Lamentável!!!
Internacional: É o time que mais empatou no campeonato. Isso pode tornar o qualificado Internacional em um mero coadjuvante no campeonato. Contudo, tem condições de disputar uma vaga para a Libertadores de 2014 e até o título nacional. Vai depender muito do técnico Dunga, já que ele pode montar o time para atacar ou para jogar um futebol burocrático e conservador.
Corinthians: O atual campeão mundial vive um momento de turbulência. Faz poucos gols e não demonstra a mesma cede de vitória dos anos anteriores. Contudo, continua sendo um forte candidato ao título e a disputar uma vaga para a Libertadores 2014.
Santos: Joga bem em casa, onde mantém uma invencibilidade de um ano, mas é uma “presa fácil” fora da Vila. Não corre risco de rebaixamento, mas também não sonha com grandes voos.
São Paulo: É o time que me fez errar mais no diagnóstico. Forte candidato ao rebaixamento, demitiu o segundo treinador e aposta todas as suas fichas em Muricy Ramalho. Lá vem o MuricyBol.
Coritiba: Demonstrou que é totalmente dependente de Alex. De qualquer modo, continuará disputando uma vaga para a Libertadores do próximo ano.
Atlético-PR: Mais outro time que me fez queimar a língua. Saiu de candidato ao rebaixamento, a postulante à Libertadores em 2014. Contudo, jogando um futebol pragmático, pode sofrer por conta do elenco limitado. Por fim, deixa à reflexão dos demais clubes o fato de ter feito uma pré-temporada de três meses e de ter “abdicado” o direito de jogar o Campeonato Paranaense.
Bahia: O time teve um crescimento no rendimento após a contratação do bom treinador Cristóvão Borges, mas já demonstra sinais de “cansaço”. Precisa ter cuidado para a queda não ser forte e começar a paquerar a zona do rebaixamento.
Vitória: Após a demissão do técnico Caio Jr., procura reencontrar o caminho das vitórias com Ney Franco. Outro que precisa ter cuidado para não começar a flertar com a zona do rebaixamento.
Náutico: Deve começar a planejar 2014, para um possível retorno, quem sabe em 2015, para a 1º divisão. Já rebaixado.
Goiás: Conseguiu evoluir no decorrer do campeonato, tendo o goleador Valter como grande “revelação”. Não almeja vaga na Libertadores, mas, mantendo o atual ritmo, não correrá riscos de rebaixamento. Deve jogar todas as suas fichas na Copa do Brasil.
Portuguesa: Embora esteja na zona do rebaixamento, é uma equipe que tem demonstrado um futebol interessante e disposição para ganhar, embora isso não tenha sido suficiente para sair da zona.
Ponte Preta: A Ponte parece que ‘tá’ destinada ao rebaixamento, mesmo tendo um dos artilheiros do campeonato.
Criciúma: Outra equipe que conseguiu reencontrar a força em seus domínios, o que lhe permitiu evoluir na tabela do campeonato. Forte candidato a ficar na parte intermediária da tabela.

Repito, esta análise considera a atual situação das equipes e algumas possibilidades futuras.
A janela de transferências para o futebol europeu acabou, o que pode dar mais estabilidade aos times brasileiros.
Muita água vai passar por debaixo da ponte, como os torneios paralelos (Sulamericana e Copa do Brasil).
Continuaremos na fase mais intensa dos jogos, com jogos às e aos domingos.
A arbitragem também tem deixado a sua marca nos últimos anos, favorecendo e prejudicando equipes.
Só espero que vença o melhor.
Veremos!!!

Anúncios

2 comentários em “Brasileirão 2013: balanço do 1º turno

  1. Muito bom o texto, mas oq você considerada futebol pragmático, burocrático e conservador. Claro, que sei as definições, mas lembro de uma pergunta do Paulo Autuori ao Mano quando o mesmo estava no Grêmio e dizia que o time usava a tática da pegada, então a pergunta: Mano oq é tática da pegada?

  2. O Galo precisa acordar, caiu o rendimento. Cruzeiro nao se sustenta nesse ritmo, oscila nas partidas, Botafogo é o Botafogo. Acho que Gremio e Corinthans disputa com Monique o título, mas o surpreendente Atlético PR pode até beliscar se nao vacilar mais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s